sábado, 25 de junho de 2011

Blablabla

Olá amigas! sei tenho andado ausente das visitas e do meu próprio blog, vocês já sabem como é a Lei de Murphy, implacável (Se alguma coisa pode dar errado, com certeza dará) então, estava meu marido acompanhando nosso filho de volta para a cidade onde ele mora para trabalhar, quando a única placa nacional colocada no hospital público, no fémur, quebrou, a placa que e projetada para durar até um ano e meio , não passou dos 6 meses, porque? porque o parafuso foi colocado bem no meio do quebrado, porque? "Porque as vezes o osso envolve o parafuso!!" e o que que eu tenho com as vezes? Pelo amor de Deus eu quero sossego, quero meu filho na sua vida normal e eu também. Como devem adivinhar, voltei para o hospital por algumas semanas, dormir num sofá que no passado tinha espuma, fizemos a cirurgia por outro convénio porque seria melhor, só que no meio da cirurgia eles falaram que o plano não cobria o anestesista nem o instrumentista (tinha que arranjar R$1600,00 ali na hora no quarto do hospital) e eu, para ficar de acompanhante teria que pagar R$50,00 por noite com direito a... nada, nos 10 dias da burrocrasía normal ninguém falou nada ao respeito.
Sabem como é o pesadelo? você acorda volta a dormir e o pesadelo continua? Affffffffffffff
E como desgraça pouca e besteira sempre tem alguém que se aproveita do seu momento de fragilidade (meu momento já esta indo para o 7° mês) e te ferra mais ainda, mais como Deus e pai, espero sair muito em breve de tudo isto, alias acho que estou saindo, meu filho tão valente e corajoso, ficou em pé de novo!! O resto a vida resolve.
E o que tem isto com o tricô? nada e um desabafo para as amigas que me perguntam pelo meu Fé e porque ando sumida, volto com algumas coisas que tricotei nesse meio tempo.
Obrigada por estar sempre do outro lado me visitando, comentando, perguntando, me dando força. Beijão!

10 comentários:

Adelaide disse...

Elena, minha querida Elena!Lembrei agora de uma frase que me disseram quando eu estava no Período das Trevas (com letras iniciais maiúsculas para que sinta a intensidade. Período, palavra usada porque recordo da Idade Média, que foi longa): "Quando não há mais onde descer, temos, obrigatoriamente, que subir". Tenha a certeza, que agora as coisas vão melhorar. Os erros das pessoas que amamos, e nos fazem sofrer, são delas. E as consequências, elas sofrerão. O plantio não é seu. A colheita, também não será!
Mudando de assunto, mas continuando a conversa: existe cirurgia sem anestesia ou instrumentista? Estamos perdidos sem o apoio da ANS, quanto aos planos de saúde. Saúde que temos direito pela Constituição, porém temos que pagar planos de saúde sem gerenciamento do Governo. Estamos perdidos! Sem pai nem mãe.
Estarei sempre aqui, torcendo e rezando por você e sua família. Muito obrigada por ser minha amiga! Beijos

Fuso e Roca disse...

Querida Elena,

esse revés realmente preocupa e o que importa é que seu filhote é forte e está se recuperando.
Quanto aos planos de saúde, estou com a Adelaide: caros e inadequados.
Felizmente você é artesã e, fazendo seus lindos trabalhos, acalma sua alma.
Desejo saúde e alegria pra você e sua família que, certamente, as terão.


Beijão,
Lu

Teresinha disse...

Querida Elena
Só agora vi quão difícil têm sido estes últimos tempos para ti.
Desejo as melhoras do teu filho e que recuperes logo desses contratempos.
A vida é assim... de altos e baixos... há que ter força para nivelar... e tu vais conseguir voltar a subir.
Beijos
Teresinha

Teresinha disse...

...quão difíceis... em vez de quão difícil... (desculpa, não li antes de enviar e, nesta situação, não devia preocupar-me em corrigir um simples erro de concordância...)

Renovo os meus votos de melhoras e boa disposição, querida amiga.
Bj
Teresinha

O meu pensamento viaja disse...

Elena, é assim mesmo, quando a coisa sai dos eixos, custa a encarreirar de novo. Quando bate no fundo, só pode melhorar.
Espero que o ciclo inverso tenha começado.
Beijo,
Nina

P.S. Encontrei-a no blog da Lu, Fuso e roca.

Daniela Rosa David disse...

Oi querida, a vida tem dessas coisas, são provações pelas quais devemos passar e nunca desanimar, por mais que seja difícil. Não esqueça que Deus sempre está contigo, confia nele.

Um abraço bem apertado

bjos

VovoBaisa disse...

Estou rezando por vocês!
Dias melhores virão, pois, Deus, nosso Pai, quer o nosso bem.
Confie e espere.
abraço.
Baísa

Marlene disse...

Sei que é dificil falarmos da dor dos outros mas, tenha certeza que estes momentos dificeis nos fazem crescer espiritualmente.
Tenha força, pois DEUS esta com vocês.
Espero logo poder ver seus lindos trabalhos!!
bjnho e uma ótima semana

disse...

Mas será possível isso?? Que azar, meu Deus! Eu imagino seu filho, sendo operado, parar a cirurgia pra cobrar!
Me lembro que minha sobrinha machucou feio a perna com um aquário e quando da cirurgia não tinha "navalha" adequada e estragaram muito a perna dela... até que meu cunhado comprou uma lâmina decente pro hospital...

Elena, tire isso de letra; você tem forças pra isso! Fique com Deus, rezo por todos vocês; força!!

bjinhos

Marico disse...

Elena, estou aqui torcendo para que vocês superem tudo isso o mais rápido possível. Força aí, amiga!

bjs